Livro: Exilados de Capela

Edgard Armond ( 1894-1982) é um importante nome na história do espiritismo no Brasil. Veja sua história no vídeo ao final dessa página.

Neste volume, Edgar Armond revela sua veia de pesquisador e historiador para remontar a história da colonização humana no orbe Terra. O próprio autor relata que parte do projeto é resultado de momentos de meditação, bem como de pura pesquisa.

O começo da leitura descreve como se deu o início do enxerto do homo sapiens sapiens dentro das espécies pré-existentes de hominídeos; a formação de um novo grupo de seres humanos para acelerar a evolução da espécie. Armond defende que esta nova fase da humanidade foi impulsionada pela vinda de espíritos de maior bagagem intelectual, e que teriam origem em orbes do sol Capela (Alpha Aurigae), uma grande estrela da constelação do Cocheiro – distante 42 anos-luz da Terra. Essa nova leva de seres teria vindo ao planeta Terra como consequência de uma separação de espíritos lá em seu planeta original. O propósito desta vinda seria a redenção, ou segunda chance, para aqueles espíritos recém-chegados – que apesar de alto nível intelectual, tinham pouco desenvolvimento moral. Além disso, o objetivo seria o crescimento e desenvolvimento como um todo da humanidade Terra, agora com a possibilidade de sair da época das cavernas.

Ao longo da obra, Armond vai explicando a questão das Raças-Mãe, que seriam marcos de evolução de nosso DNA e que se dariam de tempos em tempos dentro do projeto humano neste orbe. Fala também da particularidade de sub-raças geograficamente espalhadas no globo e na interação entre estes grupos.

As Raças-Mãe tiveram marcos importantes nas civilizações da Lemúria, Atlântida e na era atual. Estes marcos e transições são explicados na visão de Armond: porque sociedades inteiras, bem desenvolvidas, sucumbem de forma avassaladora e se extinguem para dar origem ao novo?

Ao final, o autor faz um resumo da história da era moderna pós Atlântida, e o que supostamente podemos esperar de acontecimentos para o começo do terceiro milênio.

Exilados de capela tem 250 mil cópias vendidas. Não é pouca coisa. É um número atingido por poucos títulos no Brasil.

NÍVEL:
Não requer conhecimento específico de espiritismo, esoterismo ou iniciação. Qualquer um poderá ler com facilidade. Trata-se de um livro de pesquisa e relatos detalhados sobre povos específicos e acontecimentos da história. Há diversos mapas e diagramas explicativos, o que auxilia no entendimento do leitor. O autor utiliza linguagem simples não científica e a montagem do conteúdo é cronológica.

OS EXILADOS DA CAPELA
AUTOR: Edgar Armond
ANO: 1ª Edição 1951, 5ª Edição 2019
192 páginas
EDITORA Aliança ( http://editoraalianca.com.br )

Referências externas:


Edgard Armond também é autor do livro “Almas Afins”. Um romance não ficção que trata de carma e re-encarnação e compõe a trilogia de Exilados de Capela.
>> Clique aqui e leia nossos comentários >>


Conheça Edgard Armond e sua influência no movimento espírita brasileiro.


Post criado por:
Pedro Nunes Neto

Pedro tem background em tecnologia da informação, e é bacharel em fotografia. É astrônomo amador, amante da natureza e aprendiz eterno da espiritualidade. Universalista convicto, é leitor de temas como física quântica, doutrinas orientais, Conscienciologia, ocultismo, cosmogonia, ufologia e meditação.

Email: pedrones@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s